Badesc registra resultados recordes das duas últimas décadas

abril 26, 2022 0 By Jaqueline Bassetto

A Agência de Fomento do Estado de Santa Catarina (Badesc) registrou lucro líquido de R$ 66,8 milhões em 2021, crescimento de 434% em relação ao ano anterior e é o maior no recorte dos últimos 21 anos. O resultado é fruto de ações estratégicas voltadas à captação de novas fontes de recursos, redução de despesas e ampliação da carteira de clientes, além da recuperação de crédito.

“Quem ganha com esse resultado é o empreendedor, uma vez que o valor retorna ao mercado em forma de novas opções de crédito”, explica o presidente do Badesc, Eduardo Machado. Ele menciona ainda que a Agência encerrou 2021 com uma carteira de crédito de R$ 889,6 milhões, aumento cerca de 9% comparado ao ano anterior. Na prática, o número representa mais crédito liberado na economia catarinense. 

Outro recorde da instituição em 2021 foi no número de operações de crédito, que ultrapassou a marca de 1.500 contratações realizadas, o maior número da história. No total, mais de R$ 271,5 milhões foram injetados na economia catarinense, com impacto direto no desenvolvimento local e regional. Deste valor, R$ 248,8 milhões foram somente em operações do setor privado, maior volume da série histórica da instituição.

“A disponibilização de nova modalidade de garantia, as parcerias com entidades empresariais e uma linha com juros 100% subsidiados pelo Governo de Estado possibilitaram a concessão recorde de crédito”, destaca Machado.

Para este ano, além dos recursos próprios para atender aos segmentos público, privado e microcrédito, o Badesc retomou as operações da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), com limite inicial de R$ 50 milhões, já com solicitação em análise pela Finep de R$ 100 milhões. A instituição aguarda receber novo aporte do Fungetur, para apoiar empreendimentos turísticos e do BNDES, um dos repassadores mais tradicionais de recursos.

Mais oportunidades para os municípios

O Badesc reformulou toda a linha de crédito voltada às prefeituras catarinenses. Entre as principais vantagens: agilidade no processo de análise e contratação e a liberação simplificada do crédito. A partir de agora a liberação do crédito para obras de engenharia é feita 50% no ato da contratação, 35% quando for investida a primeira parcela e 15% na entrega da obra. Além disso, a administração pública terá prazo total de 10 anos para pagamento. Mesmo sendo um ano eleitoral, os gestores públicos podem fazer contratação com o Badesc até dezembro, já que se trata de eleição estadual e não municipal.

Desde sua criação, já foram realizadas 1.361 operações, em 282 municípios. O valor total injetado na economia catarinense foi de R$ 1,7 bilhão.